Caxias do Sul entra na bandeira vermelha e dupla CAJU terá de suspender treinos

À luz da classificação final das regiões de Caxias do Sul, Santo Ângelo, Santa Maria e Uruguaiana na bandeira vermelha neste sábado (13/6), de acordo com os critérios calculados pelo modelo de Distanciamento Controlado, é preciso esclarecer o que muda nesses locais nos quais o risco de contágio do coronavírus é considerado alto.


A bandeira vermelha, em essência, impõe restrições mais severas àquelas adotadas em áreas com bandeira laranja. Sendo assim, nas regiões classificadas neste sábado (13/6) como bandeira vermelha, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem estar abertos, mantendo 50% dos trabalhadores. Os demais locais de comércio devem ficar fechados.


Sendo assim, na bandeira vermelha, os clubes esportivos não podem funcionar. A Dupla CA-JU vai ter que suspender os trabalhos. Nesta semana, o Caxias tinha retomado os trabalhos. Já o Juventude havia realizado os testes no elenco e previa o recomeço para segunda-feira.

Na última quinta-feira, durante entrevista ao PELEIA FC, o próprio técnico Rafael Lacerda, do Caxias, tinha antecipado a preocupação caso a cidade entrasse na cor vermelha, logo na semana de recomeço os trabalhos. Todos os profissionais do clube testaram negativo para covid-19.