China detalha o drama após a covid-19: "Falaram que seria só um milagre eu sobreviver"

O treinador do São Paulo de Rio Grande, China Balbino, viveu um drama que milhares de famílias estão enfrentando com a pandemia da covid-19. Ele contraiu o novo coronavírus e ficou 13 dias entubado no Hospital Geral de Caxias do Sul. O momento foi muito delicado e os médicos chegaram a dizer aos familiares que apenas um milagre o salvaria.


Acostumado a lutar pela vitória nos gramados até o apito final do árbitro, China superou a covid-19, mesmo com zero chance de se recuperar, como os médicos falaram aos familiares.


Após sentir os primeiros sintomas, o treinador foi atendido no Hospital de Campanha em Cachoeirinha, mas com o agravamento da doença precisou ser transferido para a Serra Gaúcha. A doença evoluiu rápido. Em apenas uma semana, ele precisou ser internado em UTI.


"Depois de um período de férias, eu comecei a ter muita dor no corpo, dor de garganta. Eu viajei para Rio Grande e depois começou a me dar muita febre até que estava com muita dor no corpo e fomos ao hospital de campanha em Cachoeirinha. Eu não conseguia caminhar até ao atendimento do hospital. Após a triagem, a médica disse que eu teria que ficar internado. Depois comecei a piorar, a minha respiração ficou enfraquecida, muita falta de ar e foi quando eu peguei na mão do enfermeiro e disse que não estava aguentando respirar mais. Foi a última vez que me lembro de ter conversado com alguém", lembrou o treinador.


Desde que a notícia de sua internação foi divulgada, uma corrente de oração se formou nas redes sociais. China agradeceu aos inúmeros recados e preces que recebeu.


"Ligaram para minha mãe falando que o meu estado era grave e precisava ir para UTI. Uma semana após os primeiros sintomas já estava intubado em Caxias do Sul. No domingo, a minha família recebeu a noticia que eu tinha zero porcento de chance de vida, pois não estava respondendo as medicações. Aí falaram que seria só um milagre, só isso faria que eu sobrevivesse. Mas a partir do quarto dia eu comecei a responder as medicações. No 13º dia eu acordei e tirei o tubo da respiração e deu uma correria no hospital. Eu não sabia da gravidade que era a situação e me explicaram que estava em coma e em Caxias do Sul. Perdi 18 quilos, não conseguia me alimentar", detalhou.


Após receber alta do hospital, o treinador mantém cuidados médicos em casa. O profissional passou por uma bateria de exames e realizou também fisioterapia pulmonar, pois começou a ter muita tosse. Seus pulmões estiveram 80% comprometidos com o vírus.


"Cada dia tem sido uma vitória, tenho me alegrado muito em respirar o ar e estar evoluindo. Mas já consegui readquirir uns 5 quilos e se alimentando bem. A família tem sido fantástica e meus amigos, tudo isso tem contribuído para recuperação", declarou o treinador


Aos 41 anos, Balbino vai treinar o São Paulo de Rio Grande na Divisão de Acesso 2021. O clube já começou a montagem do elenco para a Série A2. O campeonato vai iniciar na segunda quinzena do mês de agosto.


CONFIRA A LIVE NA ÍNTEGRA: