Com a saída de Mauro Zárate, técnico do Juventude admite carência na Camisa 10

Na última semana, o Juventude informou a rescisão de contrato com o meio-campista Mauro Zárate, a pedido do atleta. A decisão ocorreu em reunião entre o jogador, seus representantes e o departamento de futebol alviverde.


A motivação em solicitar a rescisão tem relação com questões familiares que levaram Zárate de volta à Argentina, onde reside.


Após a derrota por 1 a 0 para o Brasil de Pelotas, no sábado, pela última rodada do Gauchão, o técnico do Juventude admitiu ter carência no setor. Para esse jogo, Eduardo Baptista contou apenas com Chico. Assim, o clube terá de ir ao mercado em busca de um camisa 10.


"Perdemos uma peça importante, de qualidade e teremos que voltar ao mercado. Hoje sentimos essa peça entre linhas para recepcionar essa bola e distribuir. Talvez foi a nossa maior dificuldade hoje", afirmou Eduardo Baptista.


Segundo o clube, a rescisão de Zárate não acarretará em prejuízo financeiro para o Juventude. O departamento de futebol deverá anunciar saídas e chegadas de jogadores após o jogo de quinta-feira pela 2ª fase da Copa do Brasil, contra o Real Noroeste-ES, às 19h.


Foto: Fernando Alves/E.C.Juventude