Copa FGF permitirá o máximo de sete atletas no banco de reservas

Os treinadores terão um limitador durante as partidas da Copa Ibsen Pinheiro. Se por um lado vão poder realizar cinco trocas nas partidas, por outro terão apenas sete jogadores no banco de reservas. A regra está no regulamento específico da Copinha. Levando em conta que sempre um goleiro vai para o banco de reservas, os técnicos terão seis jogadores de linha para o reservado.


DOS CLUBES

ARTIGO 14 – Nas partidas válidas pela COPA FGF - TAÇA IBSEN PINHEIRO somente poderão permanecer nos abrigos (casamatas), reservados os limites da área técnica além da Comissão Técnica (Técnico, Preparador Físico, Médico e

Fisioterapeuta ou Massagista), no máximo até 7 atletas reservas, para eventuais

substituições, devidamente uniformizados e cujos nomes completos constem na PréEscala GESTÃO WEB CBF, com o número de inscrição na CBF, apelido e número das camisetas.


ARTIGO 15 - Os abrigos (casamatas) existentes nos estádios a serem utilizados na COPA IBSEN PINHEIRO, deverão possuir o mesmo padrão referente a cobertura (proteção, nÚmero de assentos com lugares e espaço físico (área técnica) para abrigar tanto a equipe mandante quanto a equipe visitante a fim de que toda comissão técnica (Técnico, Preparador Físico, Médico e Fisioterapeuta ou Massagista) e atletas reservas até o nÚmero de 7 (sete) possam permanecer sentados. O não cumprimento desta disposição deverá ser formalizado pelo Delegado da partida em seu relatório e posteriormente encaminhado para a FGF.