COVID-19: Advogado do Sindicato dos Atletas reprova testes por amostragem


A possibilidade de realização de testes rápidos por amostragem em jogadores do Campeonato Gaúcho não agradou o Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul (SIAPERGS). Os exames por amostragem levam em conta um pequeno grupo de envolvidos para traçar um panorama de cenário de contágio.


Conforme informação da repórter Tanize Sedrez, publicada no site da Rádio Universidade, de Pelotas, o advogado do Sindicato dos Atletas reprovou a iniciativa. Décio Neuhraus contou que se essa medida for adotada, o sindicato buscará seus direito em defesa dos atletas.


“Em nome do Sindicato, afirmo reprovar a realização dos testes de saúde por amostragem. Se for assim, procuraremos nossos direitos, pois zelamos pela segurança de todos e não admitimos um posicionamento assim", declarou à emissora de Pelotas.

Conforme o profissional, o Sindicato já está fazendo acordos trabalhistas devido a pandemia de coronavírus e reforçou ser difícil chegar em uma decisão que agrade à todos, mas os atletas estão se mostrando sensíveis ao momento.


"Mas sobre a economia, os atletas estão deixando um pouco de lado este assunto, pois estão compreendendo a situação que estamos vivendo”, contou o advogado.


Neuhaus também afirma que não há certeza de quando o futebol vai retornar no estado, mesmo que algumas cidades já tenham autorizado os treinos, como Porto Alegre.


“Não afirmo que há uma retomada total do futebol. Não adianta o município de Porto Alegre fazer a liberação dos atletas, sendo que as outras cidades continuam em quarentena. dependemos dos demais municípios também”, apontou Décio Neuhraus.