Documentário relata o retorno do Guri Teimoso

O Riograndense, de Rio Grande, voltou para ficar. O clube iniciou os trabalhos de retomada no futebol profissional com a equipe sub-20. Após 15 anos, a bola voltou a rolar no estádio Torquato Pontes. Inclusive, a casa do Guri Teimoso (como é conhecido) recebeu novas cores. A pintura deu ainda mais vida ao estádio do Riograndense da zona sul do estado. No final de semana foi realizada a festa dos 110 anos da agremiação, uma data histórica. A comemoração foi dupla, primeiro, pelo aniversário, e, segundo, pelo recomeço no futebol. A diretoria pretende em 2020 disputar a Terceirona Gaúcha.


Dezenas de pessoas compareceram ao Clube Ferroviários (Associação dos Empregados da Viação Férrea). Na ocasião, um documentário foi apresentado aos dirigentes e torcedores. O trabalho tem dez minutos e foi conduzido por Guilherme Mautone. Através de depoimentos, o vídeo mostra o claro sentimento dos torcedores pelo clube de sua cidade.


Confira: