top of page

Entrevista: Técnico China Balbino fala sobre acerto com o São José

China Balbino assumiu o São José para a temporada 2024. Ele vai para a segunda semana de trabalho no comando do clube. O novo comandante concedeu entrevista ao canal oficial do São José. Confira:


Você retorna ao lugar que conhece e em uma circunstância diferente da última. Agora podendo iniciar um trabalho. Qual a diferença?

China Balbino: Tenho muita gratidão por maus uma vez lembrado. Tenho muita motivação em retornar a um lugar em que fui muito vitorioso. É diferente porque vamos iniciar um trabalho, mas é a continuidade do que o clube está construindo nos últimos anos. Diferente da última passagem, mas novamente com o compromisso de sermos vencedores. No São José, tendo Amigos. Espero novamente dar a minha contribuição.

Como vai ser o trabalho nessa preparação para a temporada?

China Balbino: Muita dedicação e empenho porque o Gauchão, a gente sabe, é uma competição muito forte.

Você transformou o Sindicato. E o China, foi transformado?

China Balbino: Foi um período de muito aprendizado. Foi uma oportunidade de aprenderem um momento de reconstrução, com o projeto Atletas Livres. Aprendi muito e agradeço muito às orações dos torcedores do São José quando fui dado como morto na UTI e voltei. No Siapergs, foi uma chance de aprendizado que eu aproveitei. E agora novamente recebo a oportunidade neste grande clube que é o São José. Se recebo um convite como esse, é porque meu trabalho é reconhecido. Estou pronto para buscar meus objetivos e, principalmente, do Zeca.

O São José foi uma das maiores surpresas do último Brasileirão. O que pode fazer a diferença para melhorar ainda mais esse rendimento?

China Balbino: Eu vi que o espírito de grupo foi muito forte e isso tem que ser fortalecido cada vez mais. Esses atletas compraram a ideia do clube. Mesmo com muitos críticos olhando o orçamento e pensando que não tem como, a força do grupo sempre mostra que é possível chegar. E isso está no DNA do São José. É um clube que tem se notabilizado por chegar sempre. Quando não chega é que é estranho. Então, é importante todo atleta que está chegando ter essa compreensão da grande oportunidade que é estar no Zeca.


Foto: Eduardo Torres/São José

Comments


bottom of page