Estádio do Cerâmica vai a leilão, segundo jornal

Uma informação pegou todos do futebol gaúcho de surpresa. O Jornal NH informou, em sua edição online, que o estádio Antônio Vieira Ramos irá a leilão por dívidas trabalhistas. Conhecido como Vieirão, o local não vem recebendo jogos do Cerâmica, que fechou o departamento de futebol profissional.


Conforme a reportagem do jornal de Novo Hamburgo, a ação que culminou na medida é referente a uma dívida trabalhista de R$ 372 mil. O edital foi publicado pela Raupp Leilões, de Gravataí. O lance mínimo é de R$ 10 milhões. A área está avaliada em R$ 20 milhões. No total, são três ações de penhora. Ainda nenhum lance foi registrado faltando cerca de um mês para o leilão presencial, previsto para 12 de junho.


Em depoimento ao jornal, o presidente do clube, Décio Becker contou que ainda não jogou a tolha em tentar barrar o leilão. Reuniões serão realizadas nos próximos dias para tentar reverter a decisão judicial. Conforme o mandatário, o time de Gravataí já pagou mais de R$ 4 milhões de débitos trabalhistas e ainda falta cerca de um milhão.


Hoje, o Vieirão é alugado ao Grêmio para os treinamentos e para os jogos do time feminino do tricolor. O Cerâmica recebe cerca de 15 mil de aluguel. Com esse cenário, não há perspectiva do time voltar ao futebol profissional.


Foto: Divulgação/Cerâmica/Site/Arquivo