"Eu sou filho da terra, eu saio na rua e o torcedor me cobra olho no olho, afirma Badico

Badico é uma das referências do nosso futebol gaúcho do interior. Símbolo de garra dentro de campo, o treinador carrega até hoje essa marca nas equipes que comanda. O ex-goleador do futebol gaúcho conquistou o acesso para a Série A do Gauchão no final de semana. O Guarany derrotou o Avenida por 2 a 1 e ficou com a última vaga. A outra foi conquistada pelo União Frederiquense.


Em uma postagem nas redes sociais, o treinador do Guarany de Bagé falou sobre a conquista do acesso. Natural de Bagé, o Badico disse que o sentimento é diferente por ele ser da cidade e estar muito ligado ao torcedor no dia a dia.


"Quando aceitei o desafio de assumir o Guarany de Bagé neste ano, a responsabilidade era dobrada. Eu sou filho da terra, eu saio na rua e o torcedor me cobra olho no olho, é o time do coração de muitos amigos pessoais, com 114 ANOS de HISTÓRIA. NÓS CONSEGUIMOS pelo comprometimento de um grupo de atletas, ou melhor, um grupo de homens comprometido e profissional, NÓS CONSEGUIMOS por uma comissão técnica unida e com muita vivência na bola. NÓS CONSEGUIMOS por uma diretoria que não mediu esforços para nos dar toda estrutura possível e as vezes até impossível para trabalharmos. NÓS CONSEGUIMOS pela torcida alvirrubra, os índios guerreiros de alma que jamais nos abandonaram. NÓS CONSEGUIMOS pelo apoio dos nossos familiares, que nos piores momentos nos estenderam a mão. Hoje eu só queria agradecer a TODOS que de alguma maneira ajudaram e torceram para que o objetivo fosse alcançado. Gratidão a todos vocês, porque: NÓS CONSEGUIMOS", declarou o treinador do índio.


Badico ainda ressaltou o foco na grande final diante do União Frederiquense. A primeira partida será nesta quarta-feira, às 20, no estádio Estrela D'alva. A partida de volta está marcada para domingo, na casa do União, às 15h30. Quem levar a melhor nos dois jogos ficará com título da Divisão de Acesso 2021.


Imagem: FGF TV