Glória e Novo Hamburgo farão a final da Copa FGF

Estão definidos os finalistas da Copa FGF - Troféu Dirceu de Castro. Glória e Novo Hamburgo se classificaram após vitórias nos jogos de volta das semifinais, disputados na noite desta quarta-feira (01/12). As finais serão disputadas em duas partidas, com datas e locais a confirmar.


Após empate sem gols na ida, o Novo Hamburgo passou ao bater o Aimoré no Clássico do Vale por 1 a 0, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, em gol marcado por Hector Bustamante. A missão do Glória parecia ainda mais desafiadora. Depois de perder por 1 a 0 em Vacaria, o time da Serra encarou o Passo Fundo, dono da melhor campanha até então, e venceu por 2 a 0. Brandão e Tcharles anotaram os gols.


O campeão da Copa FGF ganha uma vaga na Copa do Brasil e o direito de disputar a Recopa Gaúcha com o Grêmio, atual campeão estadual.


Confira mais detalhes dos jogos:


Passo Fundo 0 x 2 Glória - Com a vantagem de poder empatar em casa após ter vencido em Vacaria, o Passo Fundo começou melhor no Vermelhão da Serra. Joanderson liderava a equipe, dona das melhores oportunidades. Aos 21, o próprio atacante quase marcou, mas parou na defesa de Gustavo. Depois disso, o goleiro do Passo Fundo começou a trabalhar. Lúcio evitou o gol de Luan em finalização cara a cara. Também teve sorte em chute de Bruno que foi ao travessão. No segundo tempo, porém, o Glória encontrou o caminho das redes. Brandão foi derrubado na área e o árbitro assinalou pênalti. Aos 16, Brandão cobrou, Lúcio defendeu, mas, no rebote, o centroavante abriu o placar. O Glória ampliou em contra-ataque aos 28 minutos. Marcel fez belo lançamento para Tcharles classificar a equipe de Vacaria para a decisão.


Novo Hamburgo 1 x 0 Aimoré - Jogando em casa, com o apoio da torcida no Estádio do Vale, o Novo Hamburgo iniciou o Clássico do Vale com mais intensidade. O gol saiu cedo. Aos nove minutos, Hector Bustamante arriscou da entrada da área e conseguiu finalizar no canto: 1 a 0. A partir do gol, o Aimoré se lançou ao ataque. E começou a surgir a figura de maior destaque do duelo: Lucas Maticoli. O goleiro do Anilado fez duas grandes defesas à queima-roupa em chutes na pequena área, de Bruno Oliveira e Lucas Silva, aos 36 e aos 46 do primeiro tempo. Na etapa final, logo aos quatro minutos, Adriano Klein emendou chute perto da marca do pênalti e, novamente, Maticoli fez defesa espetacular, ao se esticar e mandar a bola para escanteio. Aos poucos, o ímpeto do Índio Capilé arrefeceu, e o Novo Hamburgo passou a administrar a vitória e a vaga para a grande decisão.


Foto: Matheus Pé / FGF

Fonte: Lucas Rizzatti/FGF