Governador fala sobre a possibilidade de retorno do futebol no Rio Grande do Sul

Em uma transmissão pelas redes sociais, o governador do estado se manifestou pela primeira vez sobre a possibilidade de retomada de jogos no futebol gaúcho. A live ocorreu na sede do governo gaúcho, em Porto Alegre, na quarta-feira.


Segundo Eduardo Leite, ainda não se tem uma previsão de liberação para essas atividades. O governador frisou que eventos com aglomeração podem ser os últimos a voltarem, mas não descartou a situação dos portões fechados. Essa condição será debatida com a própria Federação.


"Não temos ainda uma previsão, mas o que nós observamos é que eventos que aglomeram pessoas devem ser, provavelmente, as últimas coisas a serem liberadas. Aglomeração de pessoas em um mesmo ambiente é um dos fatores que deve ser evitado. Eventualmente, o que poderá ser conversado com a Federação e o presidente tem buscado informações é de talvez encerrar o Campeonato Gaúcho com portões fechados. Bom, é outra condição, diferente de aglomerar pessoas nas torcidas. Isso deverá ser alvo das discussões nos próximos dias, semanas", declarou o governador.


A Federação sempre colocou que segue recomendações do Ministério da Saúde e do Piratini. Em nível nacional, ainda não se tem nenhuma sinalização de retorno das atividades. No próximo dia 1º de maio haverá uma nova reunião entre a FGF e os 12 clubes da Série A para debater o futuro do Gauchão.


Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini