Interior em debate: Treinadores se reúnem com dirigentes de clubes em Lajeado

Na tarde de terça-feira, 15/09, os treinadores que lideram o movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho, se reuniram com representantes de clubes para apresentar a proposta e ouvir sugestões sobre como melhorar o futebol do interior gaúcho nos próximos anos. Paulo Porto, Fabiano Daitx, Cristian de Souza e Fabiano Borba conversaram com o presidente do Avenida, de Santa Cruz do Sul, Jair Eich; com o presidente do Lajeadense, Everton Giovanella e o gerente de futebol do Guarani de Venâncio Aires, Jonas Reis Costa.


O movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho surgiu através de uma necessidade de buscar soluções para melhorar as condições de todas as pessoas envolvidas neste processo. São três aspectos que o movimento quer debater: formação de atletas, gestão nos clubes e calendário. O movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho pretende realizar mais encontros com dirigentes dos clubes do interior.


Opinião dos dirigentes:


Everton Giovanella, presidente do Lajeadense

Para o presidente do Lajeadense, Everton Giovanella, esta reunião foi bastante proveitosa. "Achei a reunião muito proveitosa, um projeto bastante interessante, importante para o futuro do nosso futebol, e o mais importante, buscando a união de todos os seguimentos, sem ânimo de afrontar nenhuma entidade. Acredito que com diálogo e muita paciência chegaremos a um entendimento e a uma ideia que seja boa para todos", comentou Giovanella.


Jair Eich, presidente do Avenida

De acordo com o presidente do Avenida, Jair Eich, o momento é oportuno para debater sobre os assuntos que estão em pauta. "O futebol gaúcho está passando por um momento difícil há bastante tempo, e a cultura de realizar futebol profissional em quatro meses acabou se instalando e a maioria dos clubes sem categoria de base. Ficou cada vez mais difícil. Os clubes dependem de empresas patrocinando ou de pessoas abnegadas das cidades para fazer futebol. A pandemia trouxe o cancelamento das competições e instalando ainda mais desempregos aos profissionais. É um caminho difícil que teremos, mas a iniciativa do grupo é muito importante para que se possa conseguir o entendimento com os clubes e Federação Gaúcha de Futebol. Precismos nos organizar para ter um produto a altura, com união e projeto de futebol de dez meses", destacou o presidente Jair Eich.


Jonas Reis Costa, gerente de futebol do Guarani-VA

Já o gerente de futebol do Guarani de Venâncio Aires, Jonas Reis Costa, ressalta que a reunião desta terça-feira, que foi muito proveitosa. "Acredito que a televisão terá fortalecer os estaduais. Ainda não sabemos como a Federação Gaúcha de Futebol irá se comportar para o futuro. Observo que o movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho está pensando em um todo, não somente nos treinadores ou jogadores e clubes. E, o que nós queremos é de fato melhorar o futebol gaúcho. Investir mais em categoria de base. Acredito também que os profissionais que trabalham nos bastidores precisam se aperfeiçoar. Estou totalmente dentro deste projeto do movimento", afirmou Jonas Reis Costa.


Foto: Divulgação

Texto: Eduardo Pires