Jogadores se mobilizam para ajudar garotinha que está há 8 meses no hospital

O brasileiro tem como característica a solidariedade. Neste momento de pandemia, o sentimento de ajudar o próximo reforçou essa necessidade. Apesar das dificuldades enfrentadas, o pouquinho de cada um pode fazer a diferença. Uma rede de solidariedade se formou nas redes sociais para apoiar a menina Helô. A pequena de 5 anos mora em Aracaju-SE.


Ela descobriu ter uma doença degenerativa chamada Amiotrofia espinhal (AME) tipo 2. Essa doença atinge meus músculos e deixou a criança dependente de aparelho para respirar. Maria Heloísa está há mais de 8 meses nos hospitais e atualmente no Hospital universitário de Sergipe.


Solidário a causa, o jogador e presidente do 1992, de Carazinho, Adriano Strack está mobilizando jogadores nas redes sociais para arrecadar os recursos necessários para a Helô deixar o hospital. No site Vakinha foi criada uma campanha para doações.


Todos por Helô

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-por-helo