Juventude negocia redução salarial com jogadores

Com a previsão de retorno do Gauchão somente para o final de julho, os clubes devem propor uma redução salarial aos profissionais. Um exemplo é o Caxias. O clube da serra gaúcha já anunciou redução salarial com jogadores, comissão técnica e funcionários. O percentual não foi informado. O grená tem contratos mais longos devido a Série D do Brasileiro.


O Juventude seguirá o mesmo caminho. Durante entrevista exclusiva ao peleiafc.com, o jogador Renato Cajá revelou ao jornalista Tiago Nunes que a direção já iniciou as tratativas para a redução salarial. Conforme o meia, autor de 3 gols no jogo do acesso para a Série B, todos estão cientes do momento enfrentado pela pandemia.


"Sim, houve uma procura do clube, está sendo negociada uma percentagem para que a gente possa ajudar o clube. É muito tempo parado e não entra renda, bilheteria, sócios (...) sabemos da situação de dificuldade do clube. A gente precisa ter esse equilíbrio desta porcentagem. O grupo está decidindo com a diretoria para ter o equilíbrio para o clube não perder, nem os jogadores. Nesta semana devemos selar o ajuste para a redução salarial no dia 15", revela o jogador.


Durante o bate-bola no "PELEIA FC ENTREVISTA", transmitido pelo Facebook do portal, Renato Cajá contou que todos os jogadores estão de acordo com a redução e não há discordância. Agora, o único ponto é chegar ao denominador comum para o acordo ser finalizado.


Confira a entrevista na íntegra com Renato Cajá. Sobre a redução salarial você confere aos 25 minutos:



Foto: Divulgação/Juventude/Twitter