Juventude pode ter mais de 10 desfalques para enfrentar o Galo

O técnico Marquinhos Santos tem um verdadeiro quebra-cabeças para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro. Melhor gaúcho na competição, o verdão folgou no último final de semana devido ao adiamento da partida contra o Fluminense. Foram duas semanas de trabalhos para encarar o Atlético Mineiro, melhor defesa do Brasileirão.


Nas últimas semanas, o time teve seis casos positivos de covid-19: Forster (zagueiro), Michel Macedo (lateral), Elton (volante), Wagner (meia), William Matheus (lateral) e Jadson (volante). O prazo de isolamento é de 10 dias pelo protocolo da CBF. Para Forster e Macedo a quarentena termina nesta quinta-feira. Contudo, resta saber se terão condições físicas de retornarem ao time após o período de afastamento.


O volante Elton vai parar por um tempo maior, mas não pela covid-19. Ele teve uma lesão grave no joelho e o tempo de recuperação estimado é de até seis meses. Sendo assim fica de fora dos jogos do restante do ano.


Outros três desfalques são certos, pois pertencem ao Atlético e estão emprestados ao Juventude. O zagueiro Vitor Mendes (também está suspenso pelo 3ª amarelo), Bruninho (meia) e Castilho (volante/meia).


Outros dois atletas podem ser dúvidas para o confronto. O lateral Eltinho tinha suspeita de lesão depois de sentir um desconforto na coxa. Alyson passa por uma transição física. Ele sentiu o posterior da coxa esquerda contra o Palmeiras em 16 de junho.


Por fim, o grande desfalque para o restante da temporada. O centroavante e goleador do time, Matheus Peixoto foi vendido pelo Bragantino para o futebol da Ucrânia. O jogador estava cedido por empréstimo ao time gaúcho. Ele se despediu na terça-feira dos companheiros no estádio Alfredo Jaconi. Ele deixa o clube com 7 gols na artilharia do Brasileirão. Outro que se despediu do Jaconi foi o volante João Paulo. O atleta rescindiu o contrato com o clube após 93 jogos. Ele não vinha atuando nas últimas rodadas.


Foto: Fernando Alves/ECJuventude