Livro conta a história dos jogos sob neve no Brasil, sendo 5 peleias no RS

Que o futebol é uma caixinha de surpresas, isso todos sabem. O que muitas vezes não se tem noção é do tamanho das surpresas que ele nos reserva. Algumas inusitadas, como a dos jogos realizados sob neve no nosso país tropical. Sim, futebol e neve já se encontraram comprovadamente por oito vezes no Brasil, todas na década de 1970.


E a história de cada uma dessas partidas foi resgatada pelo escritor Henrique Porto em sua segunda obra, intitulada “Pé-frio, futebol e neve no Brasil” (ISBN 978-65-86363-02-9). Um trabalho de pesquisa que iniciou em 2016 e em julho deste ano chega ao mercado por intermédio da Design Editora.


Tendo como foco as dificuldades dos atletas, que não estavam preparados para enfrentar condições tão adversas, surgem histórias como a do goleiro que vestiu meia-calça, de uma lua de mel interrompida, das lágrimas que congelaram, do tetracampeão Felipão (foto) entrando numa fria por duas vezes, de um dirigente sem papas na língua, entre outros saborosos causos.


“Este é um livro diferente, pitoresco e curioso, que resgata histórias desconhecidas até por pesquisadores do futebol e que estava faltando na bibliografia futebolística brasileira”, descreveu o administrador de empresas e escritor Max Gehringer, autor do prefácio da obra. Gehringer, que também é historiador de futebol, relata na abertura do livro uma passagem pouco conhecida sobre a Seleção Brasileira de Futebol.


“É uma obra para todos que gostam de futebol, mas também para aqueles que apreciam boas histórias”, informou o autor. Além dos relatos citados, a publicação trará fotos, fichas técnicas das partidas e fichas técnicas de quase todos os atletas que entraram em campo naqueles jogos.


‘Pé-frio, futebol e neve no Brasil’ se encontra em pré-venda pelo site da Design Editora, com envios previstos para o fim de julho. No endereço também é possível ler o capítulo de inicial da obra.


Pé-frio: futebol e neve no Brasil (pré-venda)


Os jogos com Neve:

17/07/1975 – Juventude (RS) 2x0 Internacional-SM (RS)

12/08/1978 – Caxias (RS) 2x2 Cruzeiro (RS)

30/05/1979 – Chapecoense (SC) 3x2 Criciúma (SC)

30/05/1979 – Esportivo (RS) 0x0 Grêmio (RS)

30/05/1979 – Caçadorense (SC) 3x1 Palmeiras (SC)

30/05/1979 – Caxias (RS) 1x0 Grêmio Bagé (RS)

30/05/1979 – Internacional (SC) 1x1 Avaí (SC)

30/05/1979 – Gaúcho (RS) 0x0 Farroupilha (RS)


Foto: Reprodução