Mais quatro jogos movimentaram a Divisão de Acesso na quinta-feira

A sequência da oitava rodada do Gauchão Série A2 - Divisão de Acesso foi movimentada na noite desta quinta-feira (09). E com um cardápio para todos os gostos. Além do Bagua, outros quatro jogos foram realizados e nenhum placar passou em branco. Foram onze gols.


Igrejinha 3 x 1 Tupi - O gol mais rápido do campeonato até agora saiu no Estádio Alberto Carlos Schwingel. Aos 43 segundos, Marcus chutou da entrada da área, a bola bateu na trave e no goleiro antes de entrar: 1 a 0 para o Igrejinha. Os donos da casa ampliaram aos 12, com Rafael Hasse, de cabeça. Aos 34, Amoroso chutou forte e descontou para o Tupi. Mas, aos 41 do 2º tempo, Índio finalizou no alto e definiu a vitória do Igrejinha.


Veranópolis 1 x 2 Cruzeiro - O jogo ficou marcado pelos belos gols. Aos 26, o VEC abriu o placar em cobrança de escanteio de Wallacer que acabou entrando direto: gol olímpico no Antônio David Farina. O Cruzeiro empatou também em grande estilo. Aos 40, Anderson Pico lançou Jadson, que, de primeira, encobriu o goleiro. Aos 30 do 2º tempo, o mesmo Jadson recebeu na área e colocou com categoria no ângulo para virar o jogo em cima do Pentacolor, que perdeu a invencibilidade, mas segue líder do Grupo A.


Brasil 1 x 0 Passo Fundo - Jogando em casa, nas Castanheiras, o Brasil de Farroupilha encontrou o caminho da vitória no contra-ataque. Em uma jogada com toques rápidos e muita velocidade, a bola se ofereceu a Alison, que não decepcionou. Encerrou o lance com um chute forte, de primeira, sem chances para o goleiro. Depois do gol, o Brasil precisou ser paciente para segurar o resultado. O Passo Fundo insistiu, sobretudo pelo alto, mas não conseguiu furar o bloqueio.


Lajeadense 1 x 1 São Paulo - Assim como o encontro entre as equipes na última rodada, a partida desta quinta-feira também foi decidida nos acréscimos. A diferença é que não houve vitorioso. Depois de um primeiro tempo mais estudado, aos 20 do segundo tempo, o São Paulo abriu o placar. Matheus Guerreiro converteu penalidade. Aos 48, o Lajeadense buscou o empate na mesma moeda. Wendel cobrou pênalti e deixou tudo igual na Arena Alviazul, em Lajeado.



Fonte: Lucas Rizzati/FGF