Matheus Rodrigues, de entregador a artilheiro certeiro da Copa Verardi

O artilheiro musical da Copa Verardi é Matheus Rodrigues. O atacante do Aimoré já poderia ter pedido duas músicas no Fantástico. Ele já marcou três gols em uma mesma partida em duas oportunidades. Nesta primeira fase do torneio são nove gols em seis peleias. Mas quem é esse goleador que está fazendo sucesso no Rio Grande do Sul ? O site peleiafc.com conversou com o "fazedor de gols" deste segundo semestre em solo gaúcho.

Aos 23 anos, Matheus começou em clubes de menor expressão do país. Os primeiros toques na bola foram em Minas Gerais, no Santa Ritense, no time sub-17. Depois, ele foi artilheiro no Campeonato de Goiás, no sub-20 do Pires do Rio. "De lá eu fechei um contrato com Bragantino, mas não tive uma passagem boa. Agora, estou emprestado pela Portuguesa ao Aimoré", disse o atleta.

O paulista se adaptou muito bem ao pampa gaúcho. É a primeira vez que ele atua no Rio Grande do Sul, mas já vestiu a camiseta do Maringá do Paraná e enfrentou o Avenida na Série D deste ano.

"É a primeira vez que jogo pelo um time do Rio Grande do Sul. Pelo Maringá joguei contra o Avenida. É um futebol bem pegado mesmo, marcação forte. Mas eu sempre me dei bem aqui no sul. O futebol do sul é bem diferenciado", frisou o goleador do índio capilé.

O camisa 9, assim como outros atletas, não teve um caminho fácil, mas sempre foi trabalhador e nunca desistiu. Quando estava sem clube, Matheus Rodrigues trabalhava com seu pai fazendo entregas a estabelecimentos comerciais.

"Trabalhei com meu pai como empregador. Sempre que ficava desempregado, sem jogar, eu ia com ele fazer entregas. Ele ainda faz entrega de frios e laticínios em pizzarias. Meu pai sempre me apoiou", recordou o profissional.

O próprio jogador ficou surpreso com esse inicio arrasador na artilharia da copinha. Contudo, disse que o mérito dos gols não é apenas seu, mas de toda a equipe do Aimoré pela construção das jogadas.

"Esse começo de campeonato foi meio estranho. Eu acho que iria contribuir sim, mas não achei que ia fazer três gols em cima do Novo Hamburgo. Mas depois desse jogos peguei uma sequência boa fazendo gols e pude ajudar a minha equipe. Os nove gols são da equipe, não só meus. É desde de a organização defensiva até chegar na frente. Esse mérito não é só meu, mas da equipe toda", enfatizou o MR9.


O próximo compromisso do goleador e companhia será dia 7, segunda-feira, às 15h, contra o Novo Horizonte, na Arena do Cruzeiro, em Cachoeirinha.


Foto: Max Peixoto/Bairrista/FGF