Pênalti aos 45 minutos tira vitória do Juventude diante do São Paulo

O Juventude teve mais uma boa atuação, chegou a abrir dois gols de vantagem sobre o São Paulo, mas com decisões polêmicas da arbitragem, acabou cedendo o empate por 2x2 na etapa complementar. A partida, válida pela terceira fase da Copa do Brasil, ocorreu na noite desta quarta-feira (20/04), no estádio Alfredo Jaconi. Os paraguaios Isidro Pitta e Óscar Ruiz, anotaram os gols do Alviverde. A partida de volta está marcada para o dia 12 de maio, às 19h30, no Morumbi.


Antes da bola rolar, os jogadores do Verdão entraram em campo com quatro cães da ONG Amor Vira-Lata. A ação solidária teve como objetivo sensibilizar torcedores, a fim de proporcionar um lar aos cãezinhos e promover a conscientização sobre a adoção dos animais.


O jogo


Nos minutos iniciais, o São Paulo até teve mais posse de bola, mas sem oferecer perigo à meta defendida pelo goleiro César. A primeira chegada do Verdão foi aos 15. Jadson ganhou da marcação na entrada da área e arriscou. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 19, Paulinho Moccelin recebeu lançamento na área, ajeitou o corpo e soltou a bomba. Para fora.


Controlando as ações, o Verdão abriu o placar aos 25 minutos. Após jogada trabalhada pela direita, Rodrigo Soares inverteu para William Matheus, que de cabeça, mandou para o meio da área. Pitta, também de cabeça, só empurrou para o fundo do gol. Para delírio do torcedor. A equipe do técnico Eduardo Baptista ampliou aos 34. Após contra-ataque, Pitta fez o passe no meio. Óscar Ruiz carregou e de fora da área soltou a bomba. No ângulo. Golaço. 2x0.


A volta do intervalo foi melhor para os visitantes. Logo no primeiro minuto, Arboleda, de cabeça, descontou. O segundo tempo foi marcado ainda por decisões polêmicas do árbitro, mesmo assim, o Juventude seguiu bem na partida. As 16, após saída rápida, Pitta abriu para William Matheus, que fez o cruzamento. O próprio Pitta apareceu para cabecear e obrigou Jandrei a fazer grande defesa.


Aos 18, o Verdão teve um gol anulado. Após falta lateral, Rafael Forster mandou para o gol, mas o zagueiro estava em posição irregular. Aos 34, Paulinho tentou jogada individual na entrada da área e foi desarmado. Na sobra, Jean Irmer arriscou de primeira, para defesa do goleiro Jandrei. O volante tentou novamente aos 39, com um foguete da intermediária. A bola saiu raspando o travessão.


Já nos acréscimos, a bola desviou em Vitor Mendes e tocou na mão de Paulinho Moccelin. Pênalti polêmico assinalado pelo árbitro e convertido por Reinaldo. O Ju ainda tentou, aos 52. Paulinho recebeu cruzamento e tentou de primeira. A bola saiu pela linha de fundo.


O próximo compromisso do Juventude é pelo Campeonato Brasileiro. O Verdão recebe o Cuiabá no próximo domingo (24), às 18h, no Jaconi.


Foto: Fernando Alves/E.C.Juventude