Por unanimidade, Bagé perde 12 pontos e acaba rebaixado para Terceirona

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul – TJD/RS realizou na tarde desta terça-feira (19) mais uma sessão virtual. O julgamento dos processos ocorre por meio eletrônico e respeita as orientações de autoridades sanitárias e órgãos governamentais, em decorrência da pandemia da Covid-19.


A sessão extraordinária do TJD colocou em pauta o caso envolvendo o Bagé, que teria usado um jogador de maneira irregular na Divisão de Acesso 2021. Segundo a denúncia do São Gabriel, o jalde negro ultrapassou o limite de 8 atletas de Série A. O Bagé teria usado 9 jogadores em dois jogos e 10 em outra partida.


Em votação nesta tarde, o Bagé acabou condenado. O relator do caso, Vinicius Ilha, votou pela condenação nas três vezes em que o clube foi denunciado e multa de R$ 100 reais. Assim, o Bagé perde 3 pontos por cada partida e mais 3 pontos pela vitória diante do Guarani-VA, totalizando 12 pontos. Cabe recurso.


Os demais auditores, Rafael Paim, Pedro Vinagre e Paulo Carrard acompanharam o voto do relator pela condenação do jalde negro. O presidente da quarta comissão, Roberto Pimentel, também votou pela condenação, fechando a unanimidade por 5 a 0.


Desta forma, o Bagé termina com -1 ponto o Grupo B da Divisão de Acesso, na última colocação e rebaixado para Terceirona Gaúcha. O São Gabriel escapa do descenso com cinco pontos.


Imagem: Reprodução/FGFTV