Presidente do Farroupilha se manifesta sobre denúncia de jogador

A derrota por 7 a 0 para o Bagé, pela Tercirona Gaúcha, trouxe reflexos além do campo para o Farroupilha. Após o jogo, o atleta Iago Padilha publicou uma denúncia nas redes sociais sobre uma suposta venda de resultado da partida. O jogador também anunciou o seu desligamento do clube.


Após a declaração do atleta, o presidente do Farroupilha, Fábio Costa, se manifestou sobre o caso em entrevista ao repórter Marcelo Prestes, da Rádio Universidade de Pelotas. Segundo o dirigente, o clube não compactua com essa situação e irá averiguar a denúncia.


"Infelizmente o clube não vinha fazendo um campeonato como tínhamos programado. O clube está de portas abertas sempre. A gente jamais compactua com esse tipo de coisa. Isso para mim nunca chegou. Não tenho conhecimento de absolutamente nada. Houve mudanças no clube no futebol. Estamos averiguando a fundo. É inadmissível qualquer coisa desta parte. O nosso jurídico já está trabalhando. O clube está investigando, vamos a fundo. Temos total consciência que estamos para jogar futebol, futebol sadio e competitivo. Não admitimos esse tipo de coisa", declarou à emissora.


Sobre o resultado atípico diante do Bagé, a goleada sofrida, o presidente do Farroupilha comentou que o time estava sem seis jogadores titulares. Os atletas foram expulsos após uma briga generalizada na partida anterior, contra o Riograndense-RG.


"Infelizmente não tivemos o resultado em campo. O nosso elenco veio abalado. Contra o Riograndense perdemos seis atletas expulsos por um problema em campo. Abalou bastante o grupo e acabou nos frustrando. Entramos totalmente com grupo abalado. Assumo a responsabilidade. Entramos em busca de uma vitória para se manter vivo. Pegamos uma equipe bem formada, tivemos um jogador expulso aos 10 minutos do primeiro tempo. Sem seis titulares tivemos esse resultado desastroso", declarou Fábio Costa, presidente do Farroupilha.


DEPARTAMENTO JURÍDICO


Após a declaração polêmica do jogador, o departamento jurídico do Farroupilha também se manifestou oficialmente. Responsável pelo setor, advogado Hermes Rockenbach disse que o clube irá apurar a situação junto as autoridades competentes.


"Estive junto com presidente do clube apurando uma denúncia divulgada nas redes sociais, de que o clube teria vendido o resultado de um jogo no final de semana. Queremos deixar você torcedor e que ama o esporte que estaremos buscando averiguar essa denúncia. Estaremos juntos ao Ministério Publico e aqueles que, se responsáveis forem por algum resultado, ou ainda denúncia caluniosa, serão responsabilizados. O Esporte não irá perder. Estamos todos buscando amplamente a divulgação, investigação deste fato que é extremamente grave e não pode passar impune. Levaremos o caso as autoridades devidas e estaremos apurando. Temos o compromisso com a sociedade e o futebol", declarou em vídeo gravado nas redes sociais.