Profissional gaúcho analisa três propostas de clubes do interior para retornar ao RS

Mesmo com um começo de temporada ainda conturbado, em função da pandemia da covid-19, os clubes brasileiros tentam se adaptar ao momento e vão ao mercado em busca de reforços. Esse movimento tradicional no começo de cada ano tem se intensificado nas últimas semanas, e um nome que pode pintar no Rio Grande do Sul é do Diretor Executivo, Marcelo Silveira já que as equipes do estado se preparam visando a disputa das competições de acesso. Gaúcho, aos 50 anos, Marcelo tem grande ligação com o futebol do Rio de Janeiro, onde exerceu o cargo de executivo no Duque de Caxias, Boavista e Esporte Clube Rio São Paulo.


Aliás, no Rio São Paulo, Marcelo Silveira chegou em 2015, encontrando a equipe na quarta divisão estadual, e permaneceu até a última temporada deixando o clube na Série B1. Nessa situação, o profissional foi o principal responsável pela estruturação do Rio São Paulo, conquistando o inédito título de campeão carioca da terceira divisão. Tendo, inclusive, conquistado de maneira invicta o segundo turno da competição. Os bons números somados ao trabalho sólido chamaram atenção de alguns clubes do seu estado de origem. Desde sua saída da equipe carioca, Marcelo Silveira aproveitou o tempo livre para estudar, aperfeiçoar o seu trabalho e analisar com cautela as três propostas do futebol do Rio Grande do Sul.


"Sou gaúcho e vejo que esse é o momento de trabalhar no meu estado. Tenho uma grande ligação com o futebol carioca, acredito que ainda vou somar muito no Rio de Janeiro, e tenho planos de voltar a trabalhar no Rio de Janeiro. Mas recebi um chamado muito forte, algumas pessoas me procuraram, apresentaram projetos interessantes e sinto que esse é o momento de fazer um grande trabalho no Rio Grande do Sul", disse Marcelo Silveira que não revelou os nomes das equipes, mas afirmou que vem mantendo conversas com dois clubes da terceira divisão e uma equipe da Divisão de Acesso do Rio Grande do Sul.


"São equipes que apresentam boa estrutura e estão dispostos a fazer um grande trabalho nesta temporada. Tudo começa com planejamento e tempo razoável para que possamos montar um grupo competitivo. Venho mantendo conversas com meus agentes e aguardo a definição nos próximos dias", encerrou o diretor executivo Marcelo Silveira.


Além das equipes do Rio de Janeiro, Marcelo Silveira atuou como observador do Dinamo de Kiev da Ucrânia, no Brasil. Além de atuar como observador técnico da empresa Rogon da Alemanha, e gestor do projeto Brasil Soccer Abadan, no desenvolvimento do futebol no irã.


Foto: EC.Rio São Paulo/Divulgação