Série A2: Tem que liberar pelo menos 35% do estádio para o público, pede dirigente

A pandemia empurrou a Divisão de Acesso 2021 para o mês de julho. A Federação confirmou o calendário do futebol do interior para este ano. Tradicionalmente no primeiro semestre, a Série A2 começará no dia 4 de julho e irá até 29 de setembro.


Em entrevista ao programa Arena Esportiva, da Rádio Imembuí, o presidente do Inter de Santa Maria viu como surpresa a data. Jauri Daros projetava a competição para o mês de maio. Contudo, analisa que mesmo assim o clube tem um tempo a mais para pagar as rescisões do ano passado.


"Foi uma surpresa para mim se prolongar tanto para julho. Em pensei que seria em maio. Para o Inter SM veio a calhar, pois a gente está pagando as rescisões dos atletas. Nos apresentamos em 1º de junho. Daí vamos até 30 de novembro, pois queremos jogar as duas competições, Acesso e Copa FGF", afirmou o presidente do Inter SM.


O mandatário alvirrubro afirmou que se o campeonato fosse no primeiro semestre, com portões fechados, o clube não jogaria. Ele pede que pelo menos em julho a competição tenha abertura dos portões, nem que seja com 35% da capacidade do estádio.


"Eu não gostaria de jogar nenhuma competições de portões fechados. Não se tem condições. É muita despesa. Uma folha de pagamento gira em torno de 100 mil. Seriam 600 mil que teria de ter em caixa por 6 meses (com Acesso e Copinha). Tem que ser liberado com público, pelo menos uns 35%", desabafou o dirigente.


Imagem: Reprodução/Inter SM