Sindicato pede flexibilização do horário dos jogos para viabilizar a Terceirona Gaúcha

Nesta quarta-feira, a diretoria do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul (Siapergs) esteve reunida com representantes do governo do estado no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Dentre os assuntos, a reunião tinha como objetivo o pedido de flexibilização do horário dos jogos, permitindo a realização de partidas oficiais à tarde, possibilitando assim o início da Terceirona Gaúcha que tinha começo previsto para o próximo dia 18.


"No encontro pudemos expor a necessidade e importância da manutenção desta competição, e também da Divisão de Acesso que tem previsão de iniciar no mês de agosto. Desta forma seguindo os protocolos exigidos pelo órgão responsável, foi entregue um oficio com dados que expõem a dura realidade em que muitos trabalhadores que vivem do futebol estão passando, já que o Rio Grande do Sul juntamente com a Paraíba, foram os estados da nossa nação, onde não teve a realização de competições de divisões inferiores no ano de 2020, fato este que deixou aqui no nosso estado 414 Atletas que somente agora, após 1 ano, estão retornando no mercado de trabalho", declarou o sindicato em nota.


Nesta quinta-feira, o Gabinete de Crise do governo do estado irá se reunir para analisar o pedido da Federação Gaúcha de Futebol para a realização de jogos no período da tarde. Atualmente, as partidas só podem ocorrer após às 20h. Tal medida, inviabiliza a Terceirona, pois os a maioria dos clubes não tem sistema de iluminação nos estádios. Caso a resposta do governo seja negativa, a competição deve sofrer novo adiamento. Caso ocorra a liberação, a primeira rodada deve ser marcada para o dia 20 e 21 de abril.


Foto: Divulgação/Siapergs