TJD: William Ribeiro é suspenso do futebol por 2 anos

O Tribunal de Justiça Desportiva julgou o caso envolvendo o atleta William Ribeiro. O jogador agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante a partida entre Guarani-VA e São Paulo-RG, no estádio Edmundo Feix, pela Divisão de Acesso.


As imagens acabaram chocando o Brasil e circulou também por outros países pela brutalidade. Após ser advertido com cartão amarelo, o jogador derruba o árbitro e chuta sua cabeça no chão. O profissional do apito ficará três meses usando um colar cervical e poderá ter de passar por cirurgia na vértebra atingida.


Em julgamento na tarde desta segunda-feira, por unanimidade, o TJD decidiu por condenar o jogador a suspensão de 730 dias. Ele ficará afastado do futebol profissional por dois anos. A pena mínima era de 180 dias no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. No total, todos os quatro integrantes da corte votaram com o relator pela pena máxima, totalizando cinco votos a favor da suspensão.