"Vamos tentar fechar com chave de ouro", afirma gerente do União sobre a final

O União Frederiquense foi uma das primeiras equipes da Divisão de Acesso 2021 a começar o planejamento para a temporada de 2021. O time começou o campeonato com desconfiança devido a derrota na estreia, mas esse revés serviu de motivação, pois a equipe não perdeu mais no decorrer da Série A2. São 17 jogos de invencibilidade.


A equipe conseguiu neste ano o seu segundo acesso na história e vai jogar o Gauchão de 2022. Para o gerente de futebol do União, Rodrigo Rodrigues, o sucesso dentro de campo começou com um planejamento bem feito.


"A gente fez um projeto muito bom lá no começo, em abril ainda. Conseguimos neste planejamento trazer a dedo os jogadores. Trouxemos 17 atletas profissionais e dez meninos da base. Logo que começou o campeonato perdemos para o Veranópolis, única derrota da equipe, mas confiamos no trabalho. No decorrer do campeonato tivemos 17 jogos de invencibilidade até agora. Somos um time ofensivo, que ataca em cima e que não deixa o adversário jogar. A nossa defesa é forte e leva poucos gols. O meio campo envolve os outros times e o nosso ataque sempre corresponde. Tudo engrenou como um relógio, com jogadores, comissão técnica e dirigentes. Foi o segundo acesso do clube e vamos tentar fechar com chave de ouro", declarou o gerente.


Agora, o time de Frederico Westphalen tem a disputa do título da Divisão de Acesso contra o Guarany de Bagé. A primeira partida será já nesta quarta-feira, no estádio Estrela D'alva, às 20h. A volta está marcada para domingo às 15h30 na Arena do União.


"O Guarany é um excelente time, fez a mesma pontuação que nós na primeira fase. Será um jogo muito difícil. Estamos preparados, não vamos mudar nosso modo de atuar. Vamos tentar fazer o resultado, mas sempre respeitando o adversário. É uma decisão de 180 minutos", finalizou Rodrigo Rodrigues.


Foto:@thenrique28/UFF/União Divulgação