"Infelizmente, a arbitragem foi decisiva. Causou um prejuízo incalculável", lamenta técnico do Zeca

A noite que poderia ter encerrado com o São José muito vivo na briga por um lugar nas semifinais do Gauchão terminou com um empate com erro de arbitragem no confronto com o Pelotas no Passo d'Areia. O placar de 1 a 1 ao final da partida leva o Zeca aos 12 pontos, agora na 7ª colocação na competição. Tornaram-se remotas as possibilidades de classificação, e também pequenas as possibilidades de rebaixamento a uma rodada do fim da primeira fase.


O Zeca saiu na frente, ainda na primeira etapa, com gol do volante Lissandro. Aos 37 minutos, ele aproveitou a sobra após cobrança de falta cruzada de Alessandro Vinícius e chutou forte para marcar o 1 a 0. O gol mudava o cenário de um jogo tenso e de poucas oportunidades de lado a lado. Ressentindo-se da ausência do centroavante Luiz Eduardo, com um desconforto muscular, o Zeca tinha dificuldades para invadir a área adversária. Antes do gol, o próprio Lissandro havia criado a melhor oportunidade para marcar, aos 34 minutos, com um chutaço de fora da área.


Desesperado contra o rebaixamento, o adversário partiu para o tudo ou nada nos minutos finais de jogo. Aí, cada falta lateral tornava-se jogada de perigo ao goleiro Fábio.


Em um destes lances, já aos 44 minutos do segundo tempo, a reclamação caiu em cima da arbitragem comandada por Douglas da Silva. A cobrança de falta do lado esquerdo cruzou a área e tocou a trave, rebotando nos braços do goleiro Fábio, que espalmou para frente. A partida seguiu, mas depois, o árbitro resolveu paralisar o jogo para uma "reunião" com o quarto árbitro. A parada durou 15 minutos. Ali, em meio a uma confusão no centro do campo, decidiu que a bola teria entrado no momento da defesa de Fábio. Determinou o empate em 1 a 1.


"O juiz voltar atrás, depois de mais de um minuto de jogo andando, em um lance em que nem uma parte da bola entrou, como mostra a imagem. Lamentável o prejuízo que nos causa. Nós iríamos a Novo Hamburgo jogando por vaga entre os quatro melhores do campeonato gaúcho. Infelizmente, a arbitragem foi decisiva. Nos causou um prejuízo incalculável", criticou o técnico Hélio dos Anjos ao final da partida.


Na última rodada, que ainda não tem data definida, o São José enfrenta o Novo Hamburgo fora de casa. Um empate afasta de vez qualquer possibilidade de rebaixamento. Por outro lado, uma vitória, combinada com outros resultados, ainda poderá classificar o Zeca para as semifinais.


Foto: Divulgação/São José