Saiba quanto custa um jogo fora de casa para um time do interior


Engana-se quem pensa que fazer futebol no interior não é caro. Muito pelo contrário. Além de manter o elenco em atividade com todas as condições para trabalhar, existem outros gastos que pesam no orçamento. Este é o caso das viagens para jogar fora de casa. Um exemplo é o São Paulo de Rio Grande. No último final de semana, o time viajou até Erechim para o primeiro jogo do mata-mata da Divisão de Acesso, contra o Ypiranga. O clube divulgou nas redes sociais, a prestação de contas da viagem, algo inédito.


No total, o clube gastou para entrar em campo neste jogo 6.495,16. Esse é o custo médio quando a equipe viaja um dia antes. Devido a isso, muitas direções decidem viajar no dia das partidas para não pagar hospedagem. Entretanto, dois custos são praticamente fixos: transporte e alimentação. Geralmente são duas refeições (almoço e janta), mas pode variar.


Confira quanto o leão do parque gastou em separado com cada item:

Despesa com ônibus: 2.600

Despesa com alimentação: 2.139 (três refeições)

Despesa Hotel: 1.689

Despesa supermercado: 67,16

Totao de gastos: 6.495,16


Se o clube decidisse viajar no dia, não teria a despesa com hospedagem. Contudo, o fator campo poderia ser prejudicado, já que a viagem é longa e os atletas chegariam desgastados para uma decisão. Muitos clubes decidem viajar no dia em distâncias curtas e na primeira fase. Assim a conta final pode cair para cerca de 4 mil reais.


Caso um clube do interior viajasse um dia antes em todos os jogos da primeira fase, gastaria em torno de 45 mil reais só com alimentação, hotel e ônibus nos sete confrontos fora de casa.


Foto: EGR/GOVRS/Divulgação