A Terceirona Gaúcha começa no próximo final de semana. A Federação Gaúcha de Futebol adiou em duas semanas o início da competição após o agravamento da pandemia no Rio Grande do Sul com todas as regiões em bandeira preta. Inicialmente prevista para 4 de abril, o regional passou para 18 do mesmo mês.


Segundo apurou o site peleiafc.com, o presidente da FGF, Luciano Hocsman, dialoga com o governo do estado uma flexibilização do horário dos jogos para viabilizar o início da Terceirona Gaúcha. Hoje, o governo do estado só autoriza jogos após as 20h, para evitar aglomerações.


A ampla maioria dos estádios não possui iluminação. Dos mais de 10 times, apenas três teriam condições de mandar jogos à noite. Nesta segunda-feira, a FGF deve se reunir com representantes do governo do estado para discutir o tema. Caso a resposta seja negativa, o campeonato pode ter um novo adiamento.


Foto: Tiago Nunes/Peleia FC/Arquivo

A eliminação na Copa do Brasil ainda é tema no estádio Alfredo Jaconi. A direção decidiu não tomar nenhuma decisão após o jogo contra o Vila Nova, em Goiânia. A derrota nos pênaltis fez o time perder R$ 1,7 milhão como premiação.


Nesta semana, a direção irá se reunir e avaliar a situação atual do futebol. Também haverá um encontro com toda a comissão técnica para obter explicações, ver o motivo que alguns jogadores não estão rendendo e entender o motivo de uma atuação tão abaixo no segundo tempo em Goiânia.


Na entrevista coletiva após a eliminação no torneio nacional, o vice de futebol do Juventude, Osvaldo Pioner chegou a declarar: "Doa onde doer, nós vamos fazer as correções que precisam", afirmou o dirigente.


O verdão pode anunciar na terça-feira mais um reforço visando o Brasileirão da Série A. O nome do atleta não foi divulgado para não atrapalhar negociações. A proposta foi enviada antes do jogo pela Copa do Brasil. As inscrições do Gauchão já se encerraram. O último atleta confirmado foi o volante Matheus Jesus. O atleta veio por empréstimo do Corinthians e pode estrear no dia 19 de abril, contra o Esportivo, no estádio Montanha dos Vinhedos.


Foto: Divulgação/Juventude

O jovem goleiro Guilherme Medina, de 23 anos, será um dos atletas mais experientes do elenco do Riograndense, de Rio Grande, na disputa da Terceirona Gaúcha. Apesar da pouca idade, o camisa um já subiu para a Divisão de Acesso em 2014 com o Rio Grande. Em 2020, Medina foi campeão da Copa FGF Troféu Ibsen Pinheiro com o Santa Cruz, conquistando o primeiro título oficial da história do Galo Carijó.


O arqueiro é natural de Rio Grande. Ele já vestiu a camiseta dos dois clubes da cidade. Medina começou nas categorias de base do vovô e, depois, entre 2016 e 2020 esteve vestindo a camiseta do São Paulo. Agora, ele vai defender a 3ª camisa da cidade. O goleiro também será um dos mais velhos do grupo, já que o campeonato prioriza atletas jovens.


"Joguei pelos dois clubes da cidade. No São Paulo fui campeão no citadino ano passado, em 2014 tive o acesso com o Rio Grande. Já estou treinando há mais de uma semana no Riograndense. Pela primeira vez vou ser um dos mais velhos do grupo", declarou Guilherme Medina


Na última sexta-feira, o nome do atleta já saiu no BID pelo guri teimoso e, assim, está apto para jogar a Terceirona Gaúcha. O campeonato começa no dia 18 de abril. A primeira partida do Riograndense é o clássico contra o Rio Grande no estádio Torquato Pontes.


Fotos: Vinicius Molz Schubert/FC Santa Cruz